“Luta Contra o Tempo”

0

Ao olhar no espelho repara que o seu rosto mudou. Tem mais rugas. Perdeu elasticidade, brilho. A vida marcou-o. Mas não é essa uma das contingências da vida?

pexels-photo

Curiosamente, ouvimos os pais dizer que um dia ao olharmos para o espelho nos aperceberemos que o tempo passou. Olhamos para eles, para os amigos, e até para os actores que idolatrávamos e reparamos que, apesar do seu brilho de estrelas, nem eles conseguiram fugir às malhas do tempo. Mais importante do que isso, damos connosco a olhar de forma diferente para as coisas.

pexels-photo-128458

O nascer e o pôr-do-sol ganham novas nuances, o aroma das flores transmite um perfume diferente, somos reprogramados para outros ideais, outros objectivos e novos projectos. A vida adquire novos sabores e cores. Mas, uma rosa, será sempre uma rosa. Hoje, daqui a 20, 50 ou 100 anos. Claro, não será a mesma rosa que tenho aqui hoje, mas outras florescerão e espalharão o seu aroma a cada estação que passa. A vida é renovação, mudança e evolução.

dsc08692

Mas, porque custa tanto passar por todas essas etapas naturais? Não devia essa aprendizagem vir já impressa no chip? ! Claro que não, porque a adaptação também faz parte da vida e, essa, vamos assumindo e readaptando a cada cenário, estratégia, ou história. Em suma, a vida é o somatório de todas as experiências, estratégias, mudanças e readaptações feitas na nossa e na vida dos que nos rodeiam. Haja vida! 🙂

Texto: Isabel Vieira

Fotos: Isabel Vieira, DR

0

1 Comment

Deixar uma resposta