Festival rodeado de polémica

0

O 70.º Festival de Cinema de Cannes arranca no próximo dia 17 de Maio e decorre até ao dia 28. Na sua vasta programação inclui produções da Netflix, que estão a gerar alguma celeuma, e, pela primeira vez, a exibição de um filme de realidade virtual.

Em competição pela Palma de Ouro estarão realizadores como o austríaco Michael Haneke, duplamente distinguido com o prémio máximo em 2009 e 2012, que estreará agora “Happy End”, um drama passado em Calais, com Isabelle Huppert e Jean-Louis Trintignant.

Ainda entre os filmes seleccionados contam-se “Le redoutable”, de Michel Hananavicius, com Louis Garrel no papel de Jean-Luc Godard, “Good time”, dos irmãos Benny e Josh Safdie, e “Wonderstruck”, de Todd Haynes, que junta Julianne Moore e Michelle Williams. O grego Yorgos Lanthimos estreará “The Killing of a Sacred Deer”, com Colin Farrell e Nicole Kidman. Poderá ver outros candidatos aqui.

O júri será presidido pelo realizador espanhol Pedro Almodóvar.

Destaque

Os dois filmes produzidos pela Netflix: “Okja”, de Joon-Ho Bong, protagonizado por Tilda Swinton e Jake Gyllenhaal, e “The Meyerowitz Stories”, de Noah Baumbach, estão a provocar alguma celeuma. No dia seguinte ao anúncio da programação pelo director desta 70.ª edição, Thierry Fremaux, a FNCF (Federação Nacional de Cinemas Franceses) emitiu um comunicado no qual contesta as opções da organização.Parece que a a FNCF não foi consultada sobre a inclusão dos filmes NETFLIX no certame.

Entretanto, está confirmada também a participação, pela primeira vez, da exibição de um filme de realidade virtual, com “Carne y Arena”, uma curta-metragem de Alejandro González Iñárritu.

 

 

0

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.